=‘•..•’= O Gato se esconde atrás de sua ferocidade para se proteger...mas se observarmos com o coração podemos decifrar sua real personalidade e perceber a doçura que se esconde profundamente em teu olhar =‘•..•’=...by VGitana Bastet

⇩Postagens

⇩Postagens

Sintomas variáveis de doenças em gatos



1- Dificuldade para respirar: gatos com problemas respiratórios estão à beira de um desastre. Atenção máxima se o gato estiver arfando, respirando com a boca aberta ou fora do padrão. Ou se apresentar tosse, chiado e ruídos respiratórios anormais. 

2- Micção anormal em gatos machos: fatal se não for tratada, a obstrução urinária ocorre quando os gatos são incapazes de urinar. A doença provoca muita dor, evolui rapidamente para insuficiência renal, podem romper a bexiga do animal e elevar os níveis de potássio no sangue a ponto de causar parada cardíaca. Sintomas: urinar fora da caixa de areia, esforço para urinar, pequenas quantidades de urina, miar ao urinar, lamber os genitais excessivamente.

3- Sinais de dor ou sofrimento óbvio: Gatos, como cães, instintivamente escondem a dor que sentem. Sinais de que ele está mal podem ser: se esconder ou ficar quieto e retraído, perda de apetite, respiração acelerada ou ofegante, agitação ou recusa para deitar, descansar ou dormir, agressividade ou alterações de personalidade, lamber excessivamente uma parte do corpo, demonstrar dor ao ser tocado, miados, agitação, medo. 

4- Paralisia súbita da extremidade traseira: O tromboembolismo aórtico é uma complicação de doenças do coração em gatos em que um coágulo aloja-se (geralmente) nas patas traseiras e provoca paralisia súbita da extremidade traseira. 

5- Parar de comer/beber: não comer pode ser sintoma de insuficiência real, complicações do diabetes, obstrução intestinal, fígado gorduroso, dor intensa e outros grandes problemas de saúde. 

6- Vômitos /diarreia repetidas vezes em um mesmo dia: atenção especial se houver sangue presente! 

7- Ingestão de toxinas/venenos: socorro rápido pode melhorar drasticamente os resultados em muitos tipos diferentes de toxicidade/envenenamento. 

8- Letargia profunda ou colapso: letargia profunda, muitas vezes se manifesta como um "não em movimento", com o gato se escondendo em um quarto por um período prolongado e não reagindo a estímulos de uma forma normal. 

9- Convulsão: embora isoladamente não seja uma ameaça à vida, convulsões muitas vezes vêm em grupos que pioram ao longo de várias horas. Também pode ser um sintoma de envenenamento.

10- Traumas: Feridas abertas, hemorragias, quedas, pancadas, atropelamentos , ataques de cães etc. 

11- Brigas com outros gatos: feridas de luta de gato são relativamente fáceis de tratar com antibióticos, se forem percebidas e cuidadas cedo. Se ocorrer um atraso, um abscesso pode acontecer, o que requer anestesia e cirurgia.

Por Dr. Eric Barchas