=‘•..•’= O Gato se esconde atrás de sua ferocidade para se proteger...mas se observarmos com o coração podemos decifrar sua real personalidade e perceber a doçura que se esconde profundamente em teu olhar =‘•..•’=...by VGitana Bastet

⇩Postagens

⇩Postagens

Por que o meu gato se esconde quando vem gente?

imagem; Google
Os gatos são animais que adoram se esconder, embora nem sempre o façam por diversão ou em busca de tranquilidade. Existem algumas situações que podem incomodar o seu felino, inclusive provocar estresse, como a chegada de pessoas desconhecidas a casa.

Nem sempre será possível saber porquê razão o gato se esconde quando alguém novo chega, especialmente se o seu felino foi adotado, mas existem formas de ajudar ele a ultrapassar o medo, o estresse e até estimular ele a querer conhecer pessoas novas, sempre respeitando o bem-estar emocional dele e assegurando que é feita uma apresentação positiva. 

Por que os gatos se escondem?

Embora sejam especialmente sociáveis, todos os gatos se escondem de vez em quando em busca de tranquilidade. É por esse motivo que recomendamos que o felino disponha de uma zona segura à qual possa acudir sempre que precise de se refugiar, um sítio privado onde ninguém o incomode.

Não obstante, existem outras causas que podem fazer com que um gato se esconda:

Socialização: quando o gato ainda é filhote, passa por um período crítico de socialização. Este período começa por volta de um mês de vida e termina quando ele cumpre os três meses. Nesta etapa, o gatinho se relaciona com a mãe e irmãos, aprende a se relacionar com outros felinos, aprende como deve ser a relação dele com os humanos, outros animais e com tudo aquilo que o rodeia.
Traumas: um trauma pode fazer com que o gato adquira medo em relação às pessoas. Por vezes, é devido a um pequeno detalhe quase imperceptível para nós. O felino pode desenvolver medo em relação a uma única pessoa, um grupo de pessoas ou todos os seres humanos.
Estresse: uma mudança, a chegada de um bebê ou a saída de um familiar pode fazer com que o nosso melhor amigo sofra de estresse. Se ocorreu alguma mudança no dia a dia do seu gato, observe ele com atenção e veja se ele apresenta algum sinal de estresse.
Dois gatos: se você convive com dois felinos, recomendamos que assegure que não existe nenhum problema de convivência entre eles. Para isso, garanta que cada um deles possui os próprios recursos (brinquedos, comedouro, bebedouro, caixa de areia...).
Outros: existem muitas outras causas que podem provocar que o gato se esconda, uma doença ou algo que lhe provoque dor, por exemplo. Outra possibilidade são as doenças do foro psicológico ou hormonais que podem ser a causa de um comportamento anômalo.

Para saber porquê razão o seu felino se esconde, você deverá observar ele com atenção e reparar na linguagem corporal que ele demonstra a todo o momento, inclusive quando não estão outras pessoas presentes. Isto vai ajudar você a compreender realmente como é a personalidade do seu gato e quais são as coisas que ele mais gosta, assim como as coisas que desagradam ou provocam medo ao seu pequenino. Ao estar mais atento ao comportamento dele, poderá mais facilmente detectar se existe alguma doença, presença de parasitas ou algo que o esteja incomodando. Você poderá descobrir, por exemplo, que o seu gato tem medo do som do plástico, da voz masculina ou do ruído excessivo (medos bastante comuns dos felinos).

Gato escondido no armário - o que fazer para ele sair?

Você deve agir com normalidade, procurando não fazer ruídos desnecessários que possam assustar o gato, nem chamar constantemente para que ele venha. O objetivo é que o gato saia por ele mesmo, porque se sente seguro na sua casa.

Como fazer um gato sair do esconderijo?

Sempre que cheguem visitas a casa, deixe um comedouro com um pouco de patê ou comida caseira no quarto onde ele se costuma esconder.
Se ele sair do esconderijo quando você se aproximar da zona de segurança dele, você deve premiá-lo imediatamente com um troço de algo que ele goste.

Pondere adquirir feromonas sintéticas para gatos, um produto que segrega substâncias apaziguadoras, o que ajuda o gato a se sentir melhor. Recomendamos que procure aquelas que têm estudos científicos que comprovem a eficácia.

Melhore o bem-estar do gato cuidando da saúde dele, alimentação, brincando com ele e fazendo com que ele não se sinta sozinho. Isto vai ajudar a incrementar o vosso vínculo afetivo, fazendo com que ele se sinta mais seguro quando você está presente.

Estimule mentalmente o felino com brinquedos de inteligência ou brinquedos dispensadores de comida. Com este tipo de atividades, o seu felino estará muito mais disposto a fazer coisas novas e vai se mostrar mais aventureiro.

Seguindo estes conselhos, você vai observar o gato mais ativo e curioso, o que vai tornar mais fácil reforçar os comportamentos positivos que possam acontecer: vir até à sala, cheirar um dos convidados ou deixar que você o acaricie na presença de pessoas desconhecidas.

Podemos premiar de muitas maneiras um comportamento que gostamos, não se trata apenas de oferecer um prêmio saboroso: um carinho e uma palavra em tom mais agudo, podem igualmente satisfazer o felino e fazer com que ele se sinta apreciado.

No princípio deste processo, podemos reforçar poucas coisas porque o gato está inibido mas com o passar do tempo, será mais fácil observar que aparecem comportamentos novos. É um processo demorado, mas se você não forçar o seu melhor amigo e conseguir que ele ganhe a sua confiança, existem muitas possibilidades de que chegue o dia em que ele não se esconde quando alguém o vem visitar a casa.

Nos casos mais graves, por exemplo quando o gato sofre de uma fobia ou um síndrome de privação sensorial, será indicado acudir a um etólogo, um médico veterinário especialista em comportamento animal e psicologia felina.

Por Mariana Castanheira, Médica Veterinária.


by_____=‘•..•’= VGitana Bastet © =‘•..•’=
Respeite os Direitos Autorais
© Todos os Direitos Reservados

=‘•..•’= Luzes de Natal



Luzes de Natal  lindas mas que fazem tão mal
perigo constante para o seu animal

Árvore de Natal linda  brilhante
com efeitos chocantes
mas pega seu gatinho em perigo constante

Enfeites de Natal beleza deslumbrante
enfeite sua casa com segurança 
e mantenha seu gato distante 



by_____=‘•..•’= VGitana Bastet © =‘•..•’=
Respeite os Direitos Autorais
© Todos os Direitos Reservados

Ligação Espiritual entre humanos e os animais =‘•..•’=


Talvez algumas pessoas não acreditem que possa existir uma ligação espiritual entre humanos e os animais.
Mas essa ligação existe, minha mãe ficou doente, e desde que ela ficou doente a gatinha dela também ficou, as duas sem ter cura sofreram juntas cada uma com sua dor, e assim que a minha mãe veio a falecer a gatinha da minha mãe veio a falecer também no dia da missa de sétimo dia da minha mãe,
Elas eram muito ligadas uma na outra,  e assim estão ligadas agora para sempre. Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ ♥=‘•..•’=


Duas estrelas no céu brilharam,
Dois Anjos lindo se tornaram ,
A Paz retornou
Assim o Amor eternizou ❤
Eternamente o Amor ❤
Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ ♥Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ


by_____=‘•..•’= VGitana Bastet © =‘•..•’=
Respeite os Direitos Autorais
© Todos os Direitos Reservados

Dezembro verde



Dezembro Verde é uma campanha sobre o abandono dos animais,  muitas pessoas abandonam seus animais e deixam nas ruas , passando fome, sede e frio, e a mercê de doenças .
Não abandone seus animais, se não tem condições mais de cuidar, ou de levar junto em casos de mudança, doe para quem cuide com amor e carinho.
Abandonar animais é crime,  quem ama cuida.


by_____=‘•..•’= VGitana Bastet © =‘•..•’=
Respeite os Direitos Autorais
© Todos os Direitos Reservados

=‘•..•’=



by_____=‘•..•’= VGitana Bastet © =‘•..•’=
Respeite os Direitos Autorais
© Todos os Direitos Reservados

/\,,,/\ ( ='.'=)♪♫ (,,)----(,,)


     /\,,,/\
   ( ='.'=)♪♫
 (,,)----(,,)
Os gatos carregam um sensual mistério, contêm uma ameaçadora figura e preservam um doce coração.

• .            • .     ☆       • .        ★    • .                • .  
• .
            • .            • .            • .                  • .                        • .            • .            • .      • .            • .            • .
• .            • .            • .            • .                  • .   • .            • .            • .            • .     

Demarcação



Entre os comportamentos do gato com maior potencial para incomodar seus proprietários está a demarcação com urina. Saiba como preveni-la e corrigi-la

Consultores comportamentais americanos e ingleses reportam que 50% das queixas recebidas de proprietários de gatos estão relacionadas com a demarcação feita com urina, conhecida como “spray marking”. Infelizmente, muitos gatos são abandonados ou sacrificados quando começam a apresentar esse tipo de comportamento.


Demarcação típica
O gato que está em pé e borrifa urina para trás, em superfícies verticais e com a cauda erguida e vibrando, encontra-se na mais clássica posição de demarcação territorial. Essa postura difere bastante daquela adotada pelos gatos para simplesmente se aliviar. Outras diferenças típicas da demarcação são a menor quantidade de urina eliminada com os borrifos e o fato de a urina geralmente não ser enterrada, por se tratar de uma forma de comunicação.

Prevenção via bem-estar
A demarcação com urina pode estar associada à tensão e ao estresse do gato por diferentes motivos. Tanto que muitos felinos param de demarcar quando o ambiente fica mais de acordo com as necessidades deles. Alguns cientistas consideram que a demarcação com urina seja uma maneira agressiva de os gatos protegerem o território.

Efeito da castração
É altamente recomendado castrar, especialmente os gatos machos, para se obter controle sobre a demarcação com urina, tanto preventivamente quanto para “curá-la”, se já se tornou problema. Pesquisas demonstram que cerca de 90% dos gatos machos param de demarcar apenas alguns meses após a castração. Mesmo que o gato continue a demarcar, a castração aumenta as chances de bom resultado no uso de técnicas comportamentais e medicamentosas para solucionar o problema, já que a redução dos hormônios sexuais costuma diminuir a predisposição para a demarcação.
Quanto às fêmeas, a castração faz com que elas não entrem no cio e reduz as chances de demarcarem, além de evitar a demarcação feita pelos machos, já que eles são incentivados pelo cio e pela demarcação praticada pelas gatas.

“Calmantes”
Drogas que reduzem a tensão, como o Valium, podem ajudar a controlar a demarcação com urina, ainda mais quando o motivo principal estiver associado a situações estressantes, como invasão de território feita por outro gato ou animal, uma grande faxina ou mudança de casa. De maneira geral, essas drogas, conhecidas, como ansiolíticos, são recomendadas por períodos não muito longos. Seu uso deve sempre ser acompanhado por um médico-veterinário e um especialista em comportamento. Normalmente, o efeito relaxante desse tipo de medicamento é quase instantâneo, diferentemente da maioria dos antidepressivos, os quais também são bastante recomendados.

Antidepressivos
Ao contrário do que muita gente acredita, os antidepressivos são receitados não só para pessoas, mas também para animais deprimidos, inclusive para o tratamento de vários problemas comportamentais, alguns deles em nada relacionados com o famoso estado depressivo.
Para o controle da agressividade, compulsão e ansiedade em gatos, bem como da demarcação territorial, são bastante recomendados princípios ativos como a fluoxetina e a clomipramina. Estudos demonstram uma eficácia de quase 90% em tais medicações no controle da demarcação territorial. Mas essa porcentagem varia bastante de estudo para estudo. Normalmente, o uso de antidepressivos é recomendado por longos períodos e o efeito pode demorar algumas semanas para aparecer.
Para o tratamento medicamentoso ser iniciado, é necessário que haja acompanhamento médico-veterinário. Após ter sido encerrado o tratamento, se o ambiente não foi alterado de modo a deixar o gato mais seguro e relaxado, o problema tende a voltar.

Feromônio
Existe ainda a possibilidade de uso do feromônio sintético Feliway, disponível em alguns pet shops. A taxa de sucesso, segundo um experimento inglês, é de cerca de 80%. Esse feromônio pode ser colocado nos locais onde o gato borrifa urina. Há também a opção de aplicá-lo no ambiente, por meio de difusores nas tomadas da casa. Na presença desse “cheiro”, os gatos tendem a ficar mais relaxados e a demarcar menos.

Fonte: Facebook.com/Bichonopano

Comportamento dos Gatos



Felinos nor­mal­mente usam téc­ni­cas muito sutis para demons­trar afei­ção; estes sinais podem pas­sar des­per­ce­bi­dos por um pro­pri­e­tá­rio inex­pe­ri­ente. aqui estão os sinais mais comuns:

PISCAR: Normalmente os gatos enca­ram estra­nhos e adver­sá­rios em poten­cial (sejam feli­nos, huma­nos, ou outro ‘ini­migo’ qual­quer) com um olhar fixo, sem pis­car. No mundo dos gatos, o maior gesto de con­fi­ança e acei­ta­ção é um deles pis­car seus olhos na com­pa­nhia de outro. Um felino que recebe seu dono com pis­ca­das lon­gas e des­pre­o­cu­pa­das ou olhos lan­gui­da­mente semi-cerrados está demons­trando uma pro­funda confiança.

No mundo sel­va­gem, o milé­simo de segundo que dura uma pis­cada o deixa vul­ne­rá­vel a um ata­que de surpresa.

CUIDADOS: O fato de seu gato per­mi­tir que você o arrume e escove demons­tra um alto nível de con­fi­ança e acei­ta­ção. Gatos não domes­ti­ca­dos lam­bem um ao outro como um gesto para ali­viar o stress e cons­truir rela­ci­o­na­men­tos. Algumas vezes um gato par­ti­cu­lar­mente demons­tra­tivo pode lam­ber seu humano.

Nada como um ‘pee­ling’ no nariz, feito com uma lín­gua áspera :-)

ESFREGAR A CABEÇA: O ros­ti­nho dos gatos con­tém glân­du­las que libe­ram um odor usado para mar­car ter­ri­tó­rio. Quando um gato esfrega o rosto deter­mi­na­da­mente no seu humano, está demons­trando afei­ção e tam­bém “mar­cando” aquela pes­soa como sua pro­pri­e­dade exclusiva.

“Tudo nessa casa é MEU!!! huahuahua!!!”

AMASSAR PÃOZINHO: Pressionar rit­mi­ca­mente as patas da frente no seu humano recria o “passo do leite” que os gati­nhos usam quando estão mamando, para esti­mu­lar o fluxo de leite na mamãe gato.

Alguns gatos entram em tal transe felino quando amas­sam pão­zi­nho que che­gam a babar! Com cer­teza estão de volta à infân­cia, mamando em suas mães.

MOSTRAR O “BALIGO”: De vez em quando um felino pode virar e mos­trar seu ‘baligo’ a você. Expor a bar­riga dessa maneira é o mais pro­fundo gesto de con­fi­ança que um felino pode ofe­re­cer. Lembre-se, no entanto, que isso não sig­ni­fica neces­sa­ri­a­mente um con­vite para fazer cari­nho nela. Na ver­dade, o cari­nho pode fazer com que o gato rapi­da­mente se colo­que em modo defensivo.

Isso acon­tece por­que a bar­riga é um dos pon­tos mais vul­ne­rá­veis do gato em uma briga, e o seu ins­tinto grita para que ele a pro­teja, ape­sar de gos­tar de rece­ber cari­nhos nela. É por isso que às vezes ele aceita o cari­nho por um tempo e de repente começa a dar chu­ti­nhos e mor­der, que­rendo sair dessa posi­ção tão vul­ne­rá­vel – é o ins­tinto falando mais alto. Respeite, e poupe-se de levar alguns arranhões

 :-)

Técnica simples para dar remédio aos gatos mais ariscos sozinho

Passo a Passo



  1. Com o bichano no seu colo, o primeiro passo é segurá-lo com uma das mãos pela parte de trás do pescoço, não vai machucar o animal. É nessa região por onde as mães-gatinhas seguram seus filhotes, por isso a tendência é que ao segurá-lo por ali, o animal fique mais calmo, obediente. 
  2. Feito isso, vire o felino de barriga para cima, sempre segurando-o pelo cangote.
  3. Pegue o comprimido e coloque no cantinho da boca do animal (lado esquerdo ou direito), instintivamente ele irá mastigar e engolir em alguns segundos.
  4. Se o peludinho ficar com a bocona aberta, você também pode simplesmente jogar o comprimido direto na garganta para que ele engula.

GAAO - Gatos, Ajuda, Auxílio e Orientação
Almanaquesos.com/

by_____=‘•..•’= VGitana Bastet © =‘•..•’=
Respeite os Direitos Autorais
© Todos os Direitos Reservados

=‘•..•’= Gato preto de Halloween!


Porque associar o gato Preto ao Halloween?

Muitas crenças também envolvem o significado do gato preto no Halloween, um deles é que as bruxas conseguem se transformar em gato preto, ou que os gatos pretos trazem azar quando cruzam na frente das pessoas, e até mesmo que eles são pessoas mortas.

Na Idade Média, acreditava-se que os gatos pretos eram bruxas transformadas em animais, por isso existe a superstição de que cruzar com um gato preto é sinal de grande azar. No entanto, em outras culturas os gatos dessa cor são venerados, pois são sinais de extrema sorte..

O Significado das cores: O Preto em Propaganda, Publicidade e Marketing. O preto é associado com o poder, elegância, formalidade, morte, mal, e mistério. O preto é uma cor misteriosa associada ao medo e ao desconhecido (o escuro). 
 Geralmente tem uma conotação negativa (lista negra, humor negro).

O Bombaim deve ter um pelo completamente preto e curto, parecendo um veludo, deitado perto do corpo, sem pontos nem as ondas brancas, realçando seus músculos de pantera. ... O gato da raça de Bombay possui tamanho médio (sendo o macho maior que fêmea), de musculatura forte e sem gordura.

by Google 

by_____=‘•..•’= VGitana Bastet © =‘•..•’=
Respeite os Direitos Autorais
© Todos os Direitos Reservados

50 fatos curiosos sobre gatos


Os gatos superam os cães como animais de estimação na América. Existem 94,2 milhões de gatos de estimação e 89,7 milhões de cães, de acordo com a American Pet Association 2017-2018 do National Pet Owners Survey. Vamos conhecer outros fatos desses felinos.

O reflexo de endireitamento, uma habilidade de orientação para pousar em pé, ajudou alguns gatos a sobreviverem a quedas de mais de 32 andares, ou 112 metros em terra firme.

Um gato tem 32 músculos que controlam seu ouvido externo e também serve como o barômetro de humor, já que a posição do ouvido sugere emoções que vão da felicidade à raiva.

Gatos não podem provar doces porque suas papilas gustativas não possuem detectores de açúcar devido a uma deficiência genética.

Eles podem, no entanto, saborear a água e realmente acha-la saborosa. Além disso, eles podem beber água do mar, pois seus rins são eficientes o suficiente para filtrar o sal e usar a água dessalinizada para hidratação.

Os gatos dormem por cerca de 16-20 horas por dia. Os recém-nascidos tendem a dormir o dia todo. Em média, os gatos dormem quase 70 por cento das suas vidas.

Uma das razões pelas quais um gatinho dorme tanto é porque libera um hormônio do crescimento durante o sono.

De acordo com uma pesquisa de 2008 da Universidade de Minnesota, manter um gato como animal de estimação pode reduzir o risco de ataques cardíacos e derrames em quase um terço.

Gatos adultos nunca miam uns aos outros, mas apenas para se comunicar com os humanos. A forma mais comum de comunicação entre os animais é olfativa, isto é, aromas de excretas ou feromônios das glândulas. Expressões vocais incluem rosnar, rosnar, assobios e ronronar.

Os gatos têm três pálpebras. A terceira pálpebra é um pequeno triângulo de tecido rosado ou esbranquiçado, geralmente visível no canto do olho.

No Japão, um gato preto é considerado um amuleto de boa sorte.

O menor gato do mundo, chamado Tinker Toy, tem apenas 7,7 cm de altura.

A habilidade de um gato de encontrar o caminho de volta é chamada de 'viajar em psi'. Especialistas acham que os gatos usam o ângulo da luz do sol para encontrar o caminho ou que os gatos têm células magnetizadas em seus cérebros que funcionam como bússolas.

Declawing, o procedimento cirúrgico para remover as garras do gato para evitar arranhões comportamentais, é um tema muito debatido. A prática é proibida em pelo menos 22 países, incluindo Alemanha, Finlândia, Suíça, Austrália, Nova Zelândia e Japão. No entanto, na maioria dos estados dos EUA, declawing de gatos é legal.

Um gato tem um total de 18 dedos, cinco dedos cada em suas patas dianteiras, enquanto as patas traseiras têm apenas quatro cada.

Gatos usam seus bigodes como uma ferramenta sensorial para encontrar seu caminho no escuro.

Um gato doméstico pode correr a uma velocidade máxima de 48 quilômetros por hora. Porém, só pode fazê-lo por uma curta distância.

Um gato ronrona na mesma frequência que um motor a diesel em marcha lenta, a cerca de 26 ciclos por segundo.

Um grupo de gatos é chamado gataria ou gatarrada.
As fêmeas são geralmente destros e machos canhotos.
O cérebro de um gato é 90% semelhante ao de um humano.
Um gato tem a capacidade de pular até seis vezes o seu comprimento.
Seus músculos flexíveis da orelha permitem que os gatos girem suas orelhas em até 180 graus.
Ficar ofegante é raro em gatos, exceto em condições climáticas mais quentes.
A Associação Internacional dos Gatos reconhece 58 raças felinas.
Uma gata dá à luz entre um e nove gatinhos por ninhada. A maior ninhada já produzida foi de 19 gatinhos, dos quais 15 sobreviveram.

Quando um gato se esfrega contra as pessoas, isso não significa apenas que ele está ficando afetuoso, mas também que está marcando seu território com suas glândulas odoríferas.

Os roncos dos gatos são mais do que uma maneira de se comunicar. Pesquisadores de bioacústica acreditam que ronronar cicatriza gatos, já que frequências entre 24-140 vibrações por minuto foram encontradas para ajudar no crescimento ósseo e na reparação de músculos e tendões. O ronronar também facilita a respiração e reduz a dor e o inchaço.

Gatos odeiam entrar na água porque sua pele não se protege bem quando se molha. Uma das poucas raças de gatos que gosta de nadar é a Van Turca, apelidada de 'gatos nadadores'.

Normalmente, um gato tem cerca de 12 bigodes em cada lado do seu rosto.

Tufos de pelos que crescem dentro e ao redor da orelha de um gato são chamados de 'móveis'. Eles ajudam a isolar o ouvido, proteger da sujeira e o som direto.

Gatos não podem mastigar grandes pedaços de comida, pois não conseguem mover as mandíbulas para os lados.

Os gatos têm cerca de 53 vértebras frouxas, o que torna as costas muito flexíveis. Os humanos têm apenas 34.

O amor por gatos é chamado elurofilia
Uma gata também é chamada de 'rainha' ou 'molly'.
Um gato não tem clavícula, e é por isso que eles podem passar por pequenas aberturas.

O nariz de um gato tem um padrão único de saliências e cordilheiras. Dois gatos não compartilham a mesma impressão do nariz, assim como o padrão único das impressões digitais humanas.

Em um minuto, a frequência cardíaca de um gato oscila entre 140 e 220 batimentos por minuto, quase duas vezes mais rápido que um coração humano.

Mais sensíveis às vibrações, os gatos têm a capacidade de sentir tremores de terremoto 10 ou 15 minutos antes que os seres humanos possam.

Gatos adultos têm 30 dentes.
O corpo de um gato é coberto com aproximadamente 130.000 pelos por polegada quadrada.
Gatos podem ouvir frequências ultra-sônicas, basicamente sons que humanos não podem ouvir.
Gatos suam, mas apenas através de suas patas.

Se um gato deixa seu cocô descoberto, é considerado um sinal de agressão.

Os gatos têm a capacidade de fazer mais de 100 sons diferentes, enquanto os cães podem fazer apenas 10.

Os gatos têm 230 ossos em seus corpos (embora o número varie de 230 a 250), enquanto os humanos têm apenas 206.

Os gatos adoram beber leite, mas são muitas vezes intolerantes à lactose.

Os gatos são caçadores naturais e em grande parte carnívoros na natureza. Eles perseguem suas presas e atacam com garras afiadas e dentes, enquanto sua língua áspera os ajuda a limpar cada pedaço de um osso animal. Eles são particularmente eficazes à noite, quando seus olhos que refletem a luz permitem que eles vejam melhor do que grande parte de suas presas.

Em comparação com os seres humanos, os gatos podem ver com muita luz e ter uma visão periférica mais ampla. No entanto, eles não veem cores tão bem quanto os humanos. Os cientistas acreditam que a grama parece vermelha para os gatos.

Os gatos podem lembrar de eventos que ocorreram até 16 horas antes. De acordo com a Scientific American, o cérebro de um gato armazena 1.000 vezes mais dados do que um iPad e é um milhão de vezes mais rápido.

Por: msn.com



by_____=‘•..•’= VGitana Bastet © =‘•..•’=
Respeite os Direitos Autorais
© Todos os Direitos Reservados