=‘•..•’= O Gato se esconde atrás de sua ferocidade para se proteger...mas se observarmos com o coração podemos decifrar sua real personalidade e perceber a doçura que se esconde profundamente em teu olhar =‘•..•’=...by VGitana Bastet

⇩Postagens

⇩Postagens

Sinais que seu gato dará indicando que está doente



Descubra alguns sinais clínicos que o pet pode apresentar, que podem ser sugestivos de que o animal está com sua saúde afetada.

Os felinos domésticos são animais que aparentam ser durões e que não se abalam fácil às doenças. Porém, essa aparência pode não corresponder totalmente à realidade. Os gatos são animais bastante frágeis, necessitando assim de uma gama de cuidados por parte de seus tutores. O que muitas pessoas se perguntam é como saber se um gatinho está ou não doente. Existem vários fatores e sinais clínicos que o pet pode apresentar, que podem ser sugestivos de que o animal está com sua saúde afetada. No entanto, serão citados aqui os mais comuns encontrados nos felinos e de fácil visualização dos tutores. É importante ressaltar, que o exame clínico feito por um médico veterinário se torna indispensável nessas horas.

Primeiramente, é importante que os tutores conheçam o comportamento normal do seu animal, ou seja, a quantidade de alimento ingerida, se é um animal hiperativo ou não, se é mais carinhoso ou mais agressivo e etc. Quando um animal não está se sentindo bem, independente da origem do mal estar, costuma, na maioria das vezes, mudar em parte, ou totalmente, seu comportamento normal. Geralmente, o gato que era carinhoso, que sempre pulava no colo quando você sentava, irá ficar mais isolado, principalmente quando há dor, fazendo o animal reagir com agressividade.

Como todo animal, juntamente com a mudança de comportamento, o gato se torna inapetente ou anoréxico, rejeitando qualquer alimento ofertado pelo tutor, mesmo sendo a sua comida favorita. O felino não pode passar dias sem comer, pois pode levar a um quadro de lipidose hepática, podendo chegar a óbito em pouco tempo. Quando o gato rejeitar alimento é importante levá-lo imediatamente a uma clínica veterinária.

Outro sinal que o gato pode apresentar indicando que está doente é o início de vômitos. Antes de temer pelo pior, os gatos habitualmente costumam vomitar mais do que os cães, pois eles se lambem diariamente para sua limpeza, conseqüentemente ingerindo grande quantidade de pelos. O vômito indicativo de moléstia ocorre várias vezes durante o dia, normalmente com consistência líquida variando do amarelo ao marrom. Esses vômitos acompanham de anorexia.

A diarréia é outro sintoma muito importante, pois leva o animal rapidamente a um quadro de desidratação. Esse sintoma pode ser ou não acompanhado pela perda de apetite. Mudanças bruscas na alimentação e/ou ingestão de produtos temperados podem levar a esse quadro. A ausência de urinar ou de defecar é indicativo de doença, por isso não deixe de dar atenção e levar a um profissional, mesmo o animal apresentando um comportamento “normal”.

A perda de peso ou ganho de peso exagerado também deve ser assistida. Os animais portadores de endocrinopatias (problemas hormonais), tendem a ter perdas grandes de peso (mesmo alimentados) ou altos ganhos de peso. Nesse caso é importante levar o felino a um especialista em endocrinologia para um tratamento eficaz.

Em suma, qualquer mudança nítida no comportamento, saúde, estrutura física e etc deve ser informada ao médico veterinário de sua confiança. Existem várias doenças que são assintomáticas por algum tempo, e só irão apresentar sintomas numa fase mais crítica. É por isso que é indicado o check up anual do seu gato, para que sejam feitos exames e a avaliação do felino pelo médico veterinário.



Por: George Augusto von Schmalz Portella de Macedo
Ocupação: Acadêmico de Medicina Veterinária



2017

2017