=‘•..•’= O Gato se esconde atrás de sua ferocidade para se proteger...mas se observarmos com o coração podemos decifrar sua real personalidade e perceber a doçura que se esconde profundamente em teu olhar =‘•..•’=...by VGitana Bastet

⇩Postagens

⇩Postagens

Como saber se seu gato está com dor ≧✯◡✯≦


Para que o tutor perceba que o gato está com dor, é necessário que ele conheça bastante seu pet e tenha uma atenção redobrada.


Existe uma lenda em torno dos gatos que faz com que muitas pessoas, inclusive tutores, acreditem nela. A lenda afirma que os gatos possuem sete vidas, levando as pessoas a entenderem que os gatos são muito resistentes. Essa afirmação é totalmente errônea, pois os gatos são um dos animais mais sensíveis e frágeis que existem. Os gatos, antes mesmo de serem domesticados, faziam parte da natureza, e por isso muitas vezes eram presas para animais maiores. Por conta dessa situação, eles não demonstram quando sentem dor ou estão doentes para que o predador não perceba. Para que o tutor perceba que o gato está com dor, é necessário que ele conheça bastante seu pet e tenha uma atenção redobrada.

A dor pode ter inúmeras causas, necessitando sempre de uma consulta com um médico veterinário para uma avaliação minuciosa. No entanto, existem sinais clínicos que os felinos podem demonstrar quando estão sentindo dor. É importante enfatizar, que os gatos só demonstram a dor quando ela já está em um grau de moderada a grave. Nas dores classificadas como leve, os pets não apresentam nenhuma alteração no seu comportamento. Os principais sinais clínicos relacionados à dor, são:

Inapetência ou Anorexia: Essa é uma das primeiras sintomatologias a aparecerem no felino. Os gatos, quando estão doentes ou com bastante dor, evitam a ingestão do alimento. Por mais que este seja o preferido deles. A ingestão forçada com “seringas” é totalmente inadequada, pois a comida pode ir para o pulmão e causar uma pneumonia aspirativa. Os gatos não podem deixar de comer por muitos dias, por isso é necessário levá-lo imediatamente à uma clínica para internar.

Escondendo: Os gatos quando sentem dor costumam se isolar. Os locais preferidos são os escuros e estreitos, como: Debaixo do sofá, buracos e etc. Eles costumam ficar horas e até dias naquela mesma posição.

Agressividade: A agressividade pode ser um sinal de que seu animal está sentindo dor. Existem animais que chegam a morder ou arranhar apenas com a menção do dono em pegá-lo.

Comportamento: Os gatos mudam a fisionomia, igualmente ao ser humano, quando sentem dor. O pet costuma deixar os olhos entreabertos,  apresentar movimentos lentos e até mesmo vocalizar miados longos. Isso pode ser um indicativo bem clássico da dor.

Prostração: Esse sinal clínico ocorre em dores severas. O animal, muitas vezes, não consegue manter seu corpo em pé. Existem casos em que o quadro é tão grave, que o gato não consegue nem reagir agressivamente, apenas vocaliza um miado longo. A intervenção médica deve ser imediata.

É importante que o tutor observe todo dia o comportamento do seu animal de estimação. Não necessariamente o animal apresentará todos as sintomatologias apresentadas anteriormente. A consulta com o médico veterinário deve ser indispensável nessas horas. Na maioria das vezes, é necessária a internação para uma estabilização do quadro clínico. O diagnóstico e o tratamento devem ser feitos por um profissional para que não ocorra um erro, acarretando o óbito.



Por: George Augusto von Schmalz Portella de Macedo
Ocupação: Acadêmico de Medicina Veterinária


2017

2017