=‘•..•’= O Gato se esconde atrás de sua ferocidade para se proteger...mas se observarmos com o coração podemos decifrar sua real personalidade e perceber a doçura que se esconde profundamente em teu olhar =‘•..•’=...by VGitana Bastet

⇩Postagens

⇩Postagens

Halitose – Mau hálito em gatos


O mau hálito dos gatos, também chamado de halitose, ou ainda halitose felina pode ser causado por inúmeros e diferentes fatores, que podem ou não estar relacionados à higiene bucal.

O hálito dos gatos domésticos é citado por proprietários como um dos problemas mais frequentes e recorrentes. Na verdade, o hálito de um gato nunca vai ser fresco e perfumado, mas quando o odor fica exageradamente forte e fétido, isso pode indicar algum problema de saúde, seja ele relacionado a higiene bucal ou não. Embora seja correto afirmar que na maioria dos casos de halitose felina a causa esteja relacionada a higiene bucal, também é possível que haja outras causas, em especial se o hálito estiver excessivamente ruim.

Halitose - mau hálito em gatos
Halitose – mau hálito em gatos
O que pode causar mau hálito nos gatos?
Como posso determinar a causa do mau  hálito do meu gato?
Quando devo levar o meu gato ao veterinário por causa do mau hálito?
Como tratar a halitose felina?

O que pode causar mau hálito nos gatos?

Conforme mencionado mais acima, há uma série de fatores que podem deixar o seu gato com mau hálito. Muitos fatores estão, de fato, relacionados com a cavidade oral, no entanto, algumas doenças sistêmicas também podem causar halitose em gatos. Podemos afirmar todavia, que as causas mais prováveis da halitose felina estão relacionadas a higiene bucal, gengivite ou doenças periodontais.

As doenças mais comuns que podem ocorrer na cavidade bucal são a gengivite e o tártaro. Os sintomas mais evidentes dessas doenças são:

  • Vermelhidão ao longo das gengivas (com sangramento nos casos mais sérios)
  • Falta de apetite em decorrência da dor
  • Salivação excessiva
  • Tártaro
  • Mexer na boca com a pata de forma insistente
  • Perda de peso

 Todavia, quando o mau hálito do gato estiver exageradamente forte, é possível que outras doenças estejam contribuindo ou até mesmo causando o odor, e em casos assim, o auxílio de um veterinário será muito importante para determinar qual a causa do problema. Veja abaixo a lista das causas mais frequentes que podem ser a origem da halitose felina quando o problema não está relacionado com as questões bucais mais comuns.

Estomatite – Esta é uma doença caracterizada pela inflamação ou ulceração das mucosas, e pode causar halitose em gatos.
Gengivite – A gengivite é a inflamação das gengivas, e quando não tratada pode progredir e afetar os dentes, pois a proliferação de bactérias enfraquece os ossos.
Objetos presos na boca – Apesar de menos frequente em gatos do que em cães, objetos estranhos presos na boca do gato podem ocasionar o mau cheiro.
Alimentos com cheiro forte – Pode parecer óbvio, mas alimentos com cheiro muito forte, como o peixe por exemplo, vão resultar em um hálito muito mais mau cheiroso.
Troca da dentição – A troca dos dentes dos filhotes, que ocorre em geral à partir dos 4 meses de vida, pode resultar em um hálito muito ruim. Esta situação é, na maior parte das vezes transitória, mas deve ser acompanhada de perto, se necessário, por um veterinário.
Pólipos – Os pólipos são tumores benignos que podem se desenvolver nas cavidades nasais e na faringe, e também podem causar a halitose.
Refluxo – Esta a condição médica na qual o suco gástrico volta para o esôfago, o chamado “refluxo”, que também pode causar halitose.

Outras questões relacionadas a doenças sistêmicas podem ainda causar mau hálito, em geral nos animais adultos ou idosos. Algumas dessas questões estão relacionadas a doenças como a diabetes, doenças renais, tumores bucais, doenças hepáticas e demais problemas de origem gastrintestinais. É claro que somente o veterinário está capacitado a investigar e diagnosticar qualquer uma dessas doenças. Sempre que uma questão de saúde em seu gato persistir, procure imediatamente ajuda profissional.

Como posso determinar a causa do mau hálito do meu gato?

Exames físicos regulares são enfaticamente recomendados para prevenir o surgimento ou o agravamento de doenças em seu gato. Para começar, verifique regularmente a boca e os dentes do seu gato, procure por inchaços, caroços os sangramentos e leve-o para uma consulta veterinária ao primeiro sinal atípico. Cuide da saúde bucal do seu gato regularmente e prure anotar qualquer alteração na rotina do que diz respeito à comportamentos atípicos e mudança de rotina.

Lembre-se que a visita ao veterinário é essencial para prevenir ou tratar da maneira correta qualquer doença da cavidade bucal, mesmo que esteja nos estágios iniciais. Se você tem o hábito de verificar e anotar as condições físicas e comportamentais de seu gato regularmente, melhor ainda. Essas informações deverão ser fornecidas ao veterinário durante a consulta e serão de extrema importância para fechar o diagnóstico.

Quando devo levar o meu gato ao veterinário por causa do mau hálito?

Sempre que você observar alterações importantes em relação à saúde ou ao comportamento do seu gato, leve-o imediatamente ao veterinário. Quando mais cedo um problema de saúde for diagnosticado, mais fácil será o tratamento e maior as chances de cura. Sintomas como dentes com coloração amarronzada (que pode indicar tártaro), alteração importante no hálito, falta de apetite, vômitos ou um incômodo visível na boca, indicam que está na hora de visitar o veterinário o mais cedo possível para iniciar o tratamento adequado rapidamente.

Como tratar a halitose felina?

O tratamento da halitose em gatos (halitose felina) vai depender do diagnóstico do seu veterinário. Se a origem da halitose for simplesmente por falta de uma higiene bucal adequada, escovações regulares podem resolver o problema. Se a causa estiver relacionada com o tipo e a qualidade da comida que ele recebe regularmente, uma alteração da dieta também pode ajudar. Todavia, se o problema estiver relacionado a alguma doença periodontal, de fundo gastrintestinal, ou alguma disfunção hepática, siga corretamente as instruções do veterinário.

Fonte: Blog do Gato

2017

2017