=‘•..•’= O Gato se esconde atrás de sua ferocidade para se proteger...mas se observarmos com o coração podemos decifrar sua real personalidade e perceber a doçura que se esconde profundamente em teu olhar =‘•..•’=...by VGitana Bastet

⇩Postagens

⇩Postagens

TOXOPLASMOSE



O QUE É A TOXOPLASMOSE?

É a doença causada pelo protozoário Toxoplasma gondii, com alta prevalência no mundo inteiro entre pessoas e animais de sangue quente.

A infecção nos humanos é assintomática em 80 a 90 % dos casos. Esta doença é importante em gestantes e indivíduos imunodeprimidos, pois, nesses pacientes, pode produzir lesões e sintomas graves.

COMO É TRANSMITIDA?

O gato é o hospedeiro definitivo: é ele quem libera o parasito no ambiente. Gatos geralmente apresentam a doença quando filhotes e, nesta fase, podem eliminar os oocistos do protozoário nas fezes. Estima-se que apenas 1% da população felina elimine os cistos do protozoário T. gondii no ambiente.

O homem e outros animais são hospedeiros intermediários: neles, os cistos do protozoário se alojam nos músculos, no sistema nervoso e em vísceras, e não são eliminados pelas fezes.

Há três maneiras de se contrair o protozoário causador da toxoplasmose:

1) A mais comum é a ingestão de carne – bovina, suína ou de aves –, crua ou mal cozida, contendo cistos do protozoário. O consumo de leite cru, não pasteurizado, com presença de taquizoítos (uma outra forma do parasito) também consiste em uma fonte possível de infecção. Queijos preparados com leite não pasteurizado podem transmitir a doença.

2) A forma mais grave de infecção é a transmissão transplacentária (a mãe transmite a doença para seu bebê durante a gravidez). Nesta forma de infecção, podem ocorrer malformações fetais e aborto.

3) Através da ingestão de oocistos esporulados (forma que o protozoário adquire no meio ambiente) presentes nas fezes de um gato infectado. Ou seja: é preciso ingerir acidentalmente fezes contaminadas de gatos. Isto pode ocorrer através do consumo de verduras e legumes mal lavados ou pelo hábito de levar a mão à boca sem antes lavá-la, sobretudo após a prática de jardinagem ou outras formas de manipular terra e areia.

LEMBRE-SE:

A infecção (contato com o parasita) não causa, necessariamente, a doença. Para isto, é necessário que o sistema imunológico esteja debilitado, como muitas vezes ocorre com pacientes idosos, portadores de HIV e transplantados.
Nem todos os gatos têm toxoplasmose. Na verdade, são poucos os que apresentam a doença.
Nem todos os gatos podem transmitir a toxoplasmose através da eliminação de oocistos nas fezes. Quando o fazem, é por um curto período de tempo, e geralmente só nas primeiras semanas de vida.
Os oocistos de T. gondii que são eliminados nas fezes não são capazes de causar a doença imediatamente. É preciso que as fezes contaminadas permaneçam no meio ambiente por alguns dias para que os oocistos esporulem. Só então, estes se tornarem infectantes.

PRINCIPAIS SINTOMAS:

Em  Humanos:

Febre, cansaço, mal estar, dores pelo corpo;
Aumento dos linfonodos (íngua);
Estes sintomas por vezes se confundem com os de uma forte gripe.
Distúrbios da visão, que podem evoluir para a cegueira;
Aborto.

Nos animais:

Emagrecimento, fraqueza, apatia, febre alta, vômitos e diarreia;
Sintomas oculares (secreção, fotofobia, pupila dilatada, entre outros);
Distúrbios respiratórios;
Convulsões, tremores, fraqueza muscular, paresia, paralisia e outros sintomas neurológicos.

COMO EVITAR A DOENÇA:

Nos humanos:

Lave bem as mãos antes de preparar alimentos;
Lave bem as verduras, frutas e legumes antes de consumi-las;
Não coma carne crua ou mal passada;
Não beba leite que não seja pasteurizado;
Mantenha bons hábitos de higiene;
Não deixe seus filhos brincarem em areais ou pracinhas que não sejam telados, onde há fezes de animais;
Lave bem as mãos após limpar a bandeja sanitária de seu gato ou mexer em terra, e procure sempre  usar luvas ao praticar jardinagem.

Nos gatos (ações para prevenir a infecção dos gatos e das pessoas):

Leve seu gato regularmente ao médico veterinário;
Mantenha-o sempre bem alimentado com ração comercial: isto reduz a chance de ele caçar e se infectar com a toxoplasmose;
Nunca dê carne crua para seu gato;
Leve-o ao veterinário se ele apresentar diarreia;
Evite que seu gato faça passeios fora de casa;
Mantenha sempre uma bandeja com areia sanitária para seu gato fazer as necessidades e remova os dejetos diariamente, sempre com o auxílio de luvas e uma pá;
Higienize a bandeja sanitária no mínimo uma vez por semana.

LEMBRE-SE:

Você não pega toxoplasmose ao acariciar um gato.
Não abandone seu gato por medo de contrair a doença.
Você só pega toxoplasmose se ingerir terra ou alimentos contaminados com fezes de gatos, mas bons hábitos de higiene e limpeza no preparo dos alimentos evitam isso.
Cães, pombos e mordidas de gatos ou outros animais NÃO transmitem a toxoplasmose.
Não existe vacina contra a toxoplasmose.
Você não precisa se desfazer de seu gato se estiver grávida. Basta manter bons hábitos de higiene.

Fonte: Rio.rj.gov.br

2017

2017