=‘•..•’= O Gato se esconde atrás de sua ferocidade para se proteger...mas se observarmos com o coração podemos decifrar sua real personalidade e perceber a doçura que se esconde profundamente em teu olhar =‘•..•’=...by VGitana Bastet

⇩Postagens

⇩Postagens

ღஐ✿Outubro Rosa ✿ஐღ



Outubro Rosa também alerta para câncer de mama em cães e gatos

O “Outubro Rosa” é uma campanha conhecida mundialmente que alerta homens e mulheres sobre o perigo do câncer de mama e a importância das práticas preventivas. O que pouca gente lembra é que os animais também são vítimas deste tipo de câncer, que tem inclusive uma incidência considerada alta entre cães e gatos.

Em ambos os cados, o diagnóstico é feito através de exames de rotina. Normalmente a doença aparece mais em cadelas e gatas não castradas devido à grande produção de hormônios no período da fertilização. Depois dos 6 anos a chance aumenta, então é preciso cuidado redobrado “O dono pode apalpar as mamas do animal para detectar algum nódulo que pode ter o tamanho de bolas de gude’', explica o professor do Departamento de Morfologia, da UFRPE, Marcelo Teixeira.

Esse tipo de câncer começa com pequenos nódulos na região das mamas, dores e inchaços, mas nem todos os tumores vão ser necessariamente malignos e só exames mais completos vão definir o tipo de tratamento adequado. Em casos onde os tumores são benignos o mais recomendo é uma cirurgia para retirá-lo. Quando ocorrem tecidos comprometidos com o tumor maligno, são necessárias sessões de quimioterapia, além da cirurgia, para que as células cancerígenas sejam eliminadas. “O processo de quimioterapia não faz o animal perder os pelos, mas como nos humanos, pode afetar os rins e o fígado”, conta o professor.

Alguns especialistas acreditam que as causas do aparecimento desse tipo de câncer é motivada por uma alimentação inadequada, como enlatados, poluição e em animais que tenham distúrbios hormonais (apresentando gravidez psicológica) “Nas cadelas a incidência do câncer maligno e benigno é de 50%, meio a meio, mas em gatas as chances dos tumores serem malignos é de 80 a 90%, é mais grave”, disse Marcelo Teixeira.

A bióloga Anne Lopes, dona da cadelinha Loren, uma poodle de 11 anos, percebeu há um ano atrás que um dos seios da sua cachorrinha estava grande e, quando a levou para o veterinário, foram constatados os tumores benignos. “Ela retirou quase todas as mamas de um lado e vai fazer outra cirurgia esse mês para a retirada total”, conta a dona. A recuperação, no entanto, é muito tranquila, apenas tem que tomar cuidado para a cadelinha não fazer esforço. “Quando ela fez a primeira cirurgia, já tinham detectado outros tumores e também foi feita a histerectomia, para diminuir as chances de outros tumores”, conclui. 

A prevenção pode ser feita através de exames de rotina, mas o mais indicado mesmo é a castração, já que praticamente cadelas e gatas castradas não apresentem esse câncer. “Se for diagnosticado cedo, a probabilidade de cura é maior, mas nunca se deve dar anticoncepcional a essas fêmeas porque existe uma relação entre o câncer de mama, e de útero, com essa prática”, explica o professor Marcelo Teixeira. Ao contrário do que muitas pessoas pensam, o câncer de mama também pode aparecer em cães machos, mas é mais raro.

Por :
Myrela Moura 
- Diario de Pernambuco

2017

2017