=‘•..•’= O Gato se esconde atrás de sua ferocidade para se proteger...mas se observarmos com o coração podemos decifrar sua real personalidade e perceber a doçura que se esconde profundamente em teu olhar =‘•..•’=...by VGitana Bastet

⇩Postagens

⇩Postagens

OS PERIGOS DAS FESTAS DE NATAL E FINAL DE ANO


Enfeites atrativos, casa cheia de convidados, alimentos à disposição... As comemorações de Natal e réveillon
são ótimas para os donos, mas oferecem situações de risco para
os animais de estimação.

A atenção deve ser redobrada se o animal de estimação tiver pouco tempo de vida. O maior perigo está nos gatos e nos cachorritos, que têm atração pelos penduricalhos. Em geral, os cães adultos não se interessam tanto pelos enfeites.
Listamos os 6 maiores perigos que o Natal e o réveillon oferecem. Saiba o que fazer para proteger o seu melhor amigo:

1. BOLINHAS DE NATAL
Vários objetos redondos pendurados na árvore de Natal podem parecer um brinquedo divertido para o seu bichinho. Há casos de gatos que chegam a engolir uma bolinha inteira, os cães – principalmente os filhotes – costumam morder e ingerir pedaços dos enfeites. A melhor solução é deixar o pinheiro num local fora do alcance dos animais e ficar sempre de olho. Também existem produtos vendidos em pet shops para afastá-los. É só aplicar uma pequena quantidade nos objetos. Os bichos vão desistir da "tentação" depois da primeira lambida, por causa do mau sabor.

2. PISCA-PISCA
Quem não gosta de ver o pinheiro de Natal todo iluminado quando anoitece? O problema é que as luzinhas oferecem grande perigo para os animais de estimação, que podem morder o fio e sofrer queimaduras na língua e no focinho, além de alterações neurológicas ou metabólicas mais graves. A indicação é a mesma das bolinhas: mantenha o enfeite longe do animal e fique sempre atento ao comportamento dele.

3. COMIDA
Peru, bacalhau, panettone. Você merece todas as delícias da ceia de Natal e do réveillon, mas elas podem ser prejudiciais à saúde do seu melhor amigo. Resista àqueles olhares de pedintes e não ofereça pedacinhos de comida para os bichos. Peça aos seus convidados para fazerem o mesmo.

4. BEBIDA ALCOÓLICA
Nesta época do ano alguns animais chegam aos hospitais veterinários com graves problemas devido ao álcool. As pessoas costumam esquecer copos cheios em lugares de fácil acesso. O álcool é absorvido rapidamente pelo aparelho digestivo dos animais e metabolizado no fígado. Alguns dos efeitos são náuseas, vómitos, problemas respiratórios e coma.

5. FITAS, SACOLAS E PLÁSTICOS
As pessoas costumam colocar os presentes no chão, em torno da árvore de Natal. Por ficarem em local de fácil acesso, as embalagens plásticas e fitinhas atraem cães e gatos, que podem morder e engolir os materiais. O perigo é parecido com o das bolinhas penduradas na árvore. Então, se o seu animal for do tipo curioso ou que gosta de fazer “bagunça”, guarde os presentes num lugar que ele não alcance.

6. FOGOS DE ARTIFÍCIO
Os cães têm uma audição muito aguçada, o que pode ser útil para que eles ouçam, de longe, quando o dono chega ou quando algum perigo se aproxima. Mas o que é uma vantagem durante todos os outros dias torna-se um problema no período de festas. A explosão de fogos de artifício assusta os animais. Fique próximo dos seus animais para tranquilizá-los. Também é bom colocar um pouco de algodão nos ouvidos deles.

2017

2017